Encontro Intergeracional "Falar de Liberdade"

Na Semana da Interculturalidade, uma equipa da Câmara Municipal de Cantanhede esteve na Biblioteca Escolar para dinamizar uma sessão de partilha de pontos de experiências e pontos de vista, juntando duas turmas de 8.º ano a um conjunto de elementos da comunidade local sénior, para debater diversas questões sob o lema "Falar de Liberdade".

A sessão decorreu de forma bastante animada, existindo um excelente relacionamento entre as gerações envolvidas nos diversos grupos de trabalho. Os alunos tiveram oportunidade de ouvir relatos variados sobre a vida no período de ditadura e os adultos de conviverem e com jovens adolescentes com perspetivas diversas das suas.

No final, registadas as respostas em folha própria, o porta-voz de cada grupo apresentou as principais conclusões. Houve, ainda, tempo para juntar todas as vozes na canção "Grândola Vila Morena"

Assim se assinalou, também, os 50 anos do 25 de abril, aproximando a escola da comunidade e dando voz às gerações.

Semana da Leitura 2024

A Semana da Leitura - um evento anual de celebração festiva que nos é proposto pelo Plano Nacional de Leitura, traz, mais uma vez ao AE Gândara Mar um número de atividades considerável e muito diversas.

De acordo com a Programação estabelecida, e que resulta, em boa parte, da auscultação e envolvimento direto dos alunos e dos docentes de Português dos 2.º, 3.º CEB e do Ensino Secundário, há muitas propostas de grande interesse para conhecer, participar e divertir de 18 a 22 de março. Também no Pré-Escolar e no 1,º CEB, a festa acontece, incluindo, também, a colaboração de pais e encarregados de educação.

Para dar conta desta Semana da Leitura, a BE concebeu um micro site (Genially) dedicado à mesma e que terá atualização diária:


Representações teatrais em Cantanhede

Integradas na programação anual da Rede de Bibliotecas de Cantanhede, tiveram lugar, no dia 6 de fevereiro, a representação teatral de  Aquilo que os olhos veem ou o Adamastor  e do Auto da barca do Inferno, destinadas, respetivamente, às turmas dos 8.º e do 9.º ano.

No período da manhã, 39 alunos das turmas A, B e C do 8.º ano, acompanhados pelos professores Dália
Pereira, Elisabete Cardoso e Mary Rocha, participaram na sessão de Aquilo que os olhos veem ou o Adamastor, da autoria de Manuel António Pina. À tarde, assistiram ao Auto da barca do Inferno, de Gil Vicente, 54 alunos do 9.º ano (ensino regular e curso de educação e formação), tendo os professores Cristina Ramos, João Ferreira, João Martins e Sónia Pereira procedido ao acompanhamento dos mesmos.

Ambas as atividades decorreram no Auditório do Centro Paroquial São Pedro, cabendo à companhia de teatro ETCetera levar a palco estas duas obras do currículo do 8.º e 9.º ano. O transporte dos alunos e dos docentes foi assegurado gratuitamente pelo Município de Cantanhede.

Esta iniciativa tem como propósito proporcionar o contacto com a representação teatral e favorecer a compreensão das obras estudadas, assim como despertar o interesse dos alunos para a ida ao teatro. Os alunos e os professores envolvidos fazem uma avaliação muito positiva da experiência: houve atenção e interesse ao longo das sessões e os alunos estão, agora, mais motivados para estudar os textos ou para falar sobre os mesmos.

--------

Registos fotográficos:

Moita Flores no AEGM

A Biblioteca Escolar recebeu, no seu espaço, a honrosa visita de  Francisco Moita Flores, uma figura do panorama literário, cultural e politico nacional, com uma larga e diversa obra publicada e conhecido pela sua popularidade televisiva como investigador e comentador criminal.

Aproveitando o facto de o autor se deslocar a Cantanhede no dia 1 de fevereiro, no âmbito do Plano de Atividades da Rede de Bibliotecas de Cantanhede, surgiu a oportunidade de se promover um encontro do do mesmo com as turmas 10.º A, 10.º B, 11.º A e 12.º A, alguns professores e pessoal não docente, que encheram por completo a biblioteca.

A sessão foi extremamente apelativa para as cerca de 100 pessoas presentes, mormente pelo discurso acessível mas de grande alcance, já que o autor falou das suas vivências e aprendizagens e sabiamente expôs aquilo que deve, na sua opinião, constituir o mais importante da vida: aproveitar cada momento, privilegiar a proximidade com o outro (e não ficar pelo teclado do telemóvel) e ter um papel ativo nos capítulos da vida que escrevemos.

Sobre os livros, alguns conselhos, salientando-se a importância do contacto com as obras, da livre escolha e alguma persistência, para que, naturalmente, possa surgir o gosto de ler.

No final, o autor autografou os livros que estiveram à venda durante os dias que antecederam a sua deslocação à nossa escola.

A atividade teve o apoio da LEYA, à qual muito agradecemos.

-----

Ver álbum fotográfico com registos da sessão


Itinerâncias ... aLer mais e melhor


Pela voz da Educadora Ana Gameiro, enquanto elemento da equipa dinamizadora da Biblioteca Escolar, decorreu, no dia 26 de janeiro, no JI da Sanguinheira, uma sessão de "hora do conto", com a apresentação e exploração da obra Chegou o dia (de Maria João Viegas e Rita Correia | Editora The Poets and Dragons Society).

Nesta atividade, foram apresentadas diversas situações do dia-a-dia escolar, lembrando, a pequenos e graúdos, aquilo que verdadeiramente importa para ser feliz: partilhar, pedir desculpa, agradecer, ...

No final, o professor bibliotecário cantou e ensinou às crianças uma canção relacionada com o livro a importância da leitura.

-------------

Ouvir o texto, pela voz da autora (audiolivro da Editora The Poets and Dragons Society)

Álbum fotográfico da atividade: ver aqui .(em breve)