Christophe

Na tua morte há tristeza,
A saudade faz revolta,
Não há mais para fazer,
Porque, tu não vais conseguir dizer,
Que a minha frustração,
Não tem de existir,
Pois não vou conseguir,
Superar esta carência,
Que eu estou a sentir;

O teu nome tão estranho é,
Como a tua morte esquisita,
A falta que tu vais fazer,
Neste ciclo de continuidade,
Que sem ti não tem sentido,
As tuas brincadeiras palermas,
Que nunca mais vou ver,
Vou sentir falta de tanto querer;

Como uma folha,
Foste levado pelo vento,
Sais-te da minha vida sem te despedires,
De forma triste e horrível,
Este sentimento terrível,
Que faz sentir saudade,
De alguém feliz e contente,
Que com a sua morte, os outros fez sofrer,
Mas, eu continuo a sobreviver,
Sem saber o que fazer…

A achar que tudo isto é um sonho,
Que em breve vai acabar,
E que eu vou acordar,
E a meu lado te encontrar,
Para te poder abraçar,
Pela última vez,
E deixar-te voar,
Para onde quiseres ir,
E pergunto? …
Se não me levas contigo,
Para eu esvoaçar,
No imenso azul do céu,
Onde sei que te escondes de mim,
E, eu te posso encontrar,
Sempre que para aí olhar.


Allambra, 7º ano

15 comentários:

Anónimo disse...

Gosto .

Anónimo disse...

ja pasei por esta situação...e por este sentimento...nem kero pensar...ta muito bom

Anónimo disse...

Muito triste. Mas está bom.

mariana disse...

A perda de um amigo é sempre difícil... A poesia serve, também, para nos refugiarmos nestes momentos. Está muito bem elaborado apesar do sentimento de tristeza que transmite. Parabéns!

Anónimo disse...

é bom mas é muito triste

Anónimo disse...

Gostei muito !!
apesar de transmitir tristeza!

Anónimo disse...

adorei
mas ta titi demais

Anónimo disse...

Adorei que comentassem o meu poema...

Anónimo disse...

acho que me ja me senti assim....e é muito mau

fatima disse...

Como vos conheço bem aos dois,na minha opinião foi a homenagem mais bonita que lhe podias ter feito.

Allambra disse...

Cada vez que leio este poema, vem-me a memória tudo o que me fez escreve-lo e acho que se volta-se a tras no tempo ia mudar tudo o que fiz uma semana antes do 9.05.08

Anónimo disse...

nao cossegui evitar quando li o poema chorei

bia disse...

gosto muito do poema e acho que está muito sentimental espero que a poeta fique feliz

ramiro disse...

É preciso gostar de alguém para se escrever assim, só com sentimentos muito fortes e que conseguimos exprimir desta forma...
O meu bem-haja para o Cristo...

Anónimo disse...

Sinto muito a tua falta nao aceito o que te aconteceu e ponto